© 2018 Café Helena por PaperStudio. Todos os direitos reservados.

Fornecer cafés certificados e de qualidade prosseguindo no negócio através da inovação e tecnologia avançada.

Acreditamos no tratamento de nossos clientes, funcionários e fornecedores com honestidade, integridade e ética para construir relacionamentos de longo prazo.

Nossos objetivos visam a expansão do negócio com foco na sustentabilidade, respeito a terra e a sociedade, investindo na melhoria da gestão da propriedade rural.

CAFÉ HELENA
PERFIL DA EMPRESA
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
FAZENDA MONTE ALTO

(11) 3717.2364

Fazenda Monte Alto

Localizada no município de Dourado na região Central do Estado de São Paulo, é uma autêntica Fazenda de Café onde a antiga "Era dos Barões do Café" foi preservada com inclusão de modernas técnicas de produção.

 

A Fazenda Monte Alto desfruta de um micro-clima de invernos e verões marcados por flutuações significativas entre as temperaturas do dia e da noite, o que assegura a produção de grãos saudáveis, perfeitamente maduros e ricos em sabor.


Essa conjugação única de condições climáticas, geológicas e biológicas produz um micro ecossistema único e diferenciado, com diferentes cepas varietais de café, todas arábicas, como catuaí vermelho e amarelo, acaiá, e obatã e tupi, o que permite muitas opções de sabores, em função de seus grãos mais adocicados.


Assim, o Café Helena representa a diversidade. Bebida misteriosa e surpreendente, capaz de enunciar uma imensa gama de aromas e sabores, com diferentes texturas e rara vivacidade.

Esse patrimônio está com a família Monteiro há mais de 100 anos e a sua fundação remonta ao ano de 1813. A Fazenda iniciou-se com a cultura de cana-de-açúcar e a partir da década de 1860, voltou-se ao café. É nessa Fazenda onde a produtora, Maria Helena Monteiro nasceu, cresceu, e casou-se, na mesma cerimônia tradicional como outras tantas mulheres de sua família. Após fazer carreira em multinacional, Maria Helena e seu marido Ricardo Alves Bastos, adquiriram de todos os demais herdeiros a totalidade da Fazenda. Foi um retorno as origens resgatando assim a tradição de produzir um café especial em uma terra amada e única.

Nós        Café

Propriedade: Fazenda Monte Alto

Área Total: 264 hectares de terra geralmente plana.

Área de Café: 85 hectares

Nº de pés: 340.000 pés de café arábica, das variedades obatã, acaiá, catuaí amarelo e catuaí vermelho, tupi e outras.

Área de Plantio de Floresta de Pau de Balsa: 72 hectares

N° de árvores: 130.000

Reservas Legais e Ecológicas: 52 hectares

Áreas da sede, escritório, casas, granjas, benefício, lagos, jardins, pomares, eucaliptos, etc.: 20 hectares. 

 

Coordenadas Geográficas: S Lat 22° 03’ 45” e W Lon 48° 15’ 30”

Altitude: de 705 a 732 metros

Atividades: Café beneficiado em sacas para o mercado interno e exportação, café em pacotes para varejo tanto em grão como moído, granjas de frangos de corte, floresta renovável de pau de balsa e visitas turísticas.

Temperaturas Médias: Clima temperado com 22° de média anual. No verão durante o dia pode chegar à máxima de 35°, caindo bastante à noite em função da altitude para 18°. No inverno, a noite pode chegar à mínima de 06°, subindo para 20° durante o dia.

Pluviometria: A Fazenda possui medições diárias desde 1926. O regime de chuvas é bom (média 1600 mm anuais, com boa distribuição).

Bacia Hidrográfica que pertencemos é Tietê Jacaré.

Relevo, Topografia e Solo: É um platô suave, com excelente topografia, totalmente mecanizável, com terra roxa pura, e terra mista de boa qualidade com a mistura de terra arenosa e roxa. Terrenos bem drenados, com quatro lagos, sem charcos, e vários nascentes perenes de água potável e cristalina, formando riachos.

O casarão da Fazenda foi revitalizado preservando-se com mais de 2000m2 a memória da antiga construção para não se perder as características originais. As fachadas e ambientes internos foram restaurados visando-se a manutenção da arquitetura do século XIX, o projeto contemplou reforço estrutural, alteração das redes hidráulicas e elétricas, demolição parcial de paredes, restauração dos entulhos dos forros e outras modificações para adequação à realidade atual.